domingo, 27 de dezembro de 2015

[Review - Opinião] B.A.P - MATRIX (Mini Album)


No dia que foi lançado o novo mini-álbum desses lindos, eu fiquei louca para ver, e no mesmo dia eu consegui ele com uma amiga, mas graças a minha preguiça eu acabei não escrevendo esse review antes, mas como *baby, mesmo com esse atraso todo, eu me senti na obrigação de postar sobre o mini-álbum deles, lindo e maravilhoso, intitulado de Matrix.
Vamos falar das musicas então!

01- Take you there



"Take you there" é de longe a minha faixa favorita do mini-álbum e para mim ela é merecedora de um MV, nem que seja daqueles MV's que apenas mostram os integrantes do grupo apenas se divertindo, e fazendo fanservice.
A letra da musica (tradução) é bem legal e tenho certeza que se um dos meninos do grupo cantassem isso para uma menina, no minimo ela iria se apaixonar por ele, e se isso não acontecesse pelo menos ela ficaria encantada e teria 80% de chances de se apaixonar, acho que apenas a parte "eu vou te levar até lá / Apenas fique do meu lado" já bastaria para isso acontecer.
Enfim, essa faixa é muito boa, e é com certeza a faixa que faz as babys se apaixonarem ainda mais pelos seus oppas (pelo menos isso aconteceu comigo).
Obs: Notaram a melhora no vocal do JungUp, ele está muito melhor, a voz dele nunca soou tão bem assim, ele deve ter treinado muito.

02- Monologue

Confesso que de primeira eu não tinha nem prestado atenção nisso, e tinha pulado essa faixa(?), mas depois de ver a tradução eu achei bem legal, terem deixado ela como introdução de Young, Wild & Free, em algumas partes ela me deu a entender que era uma indireta para a TS Entertainment, que estava fazendo eles de escravos esse tempo todo, mas talvez tenha sido só uma impressão minha, ou não.

03- Young, Wild & Free


Eu gostei dessa musica assim que a escutei pela primeira vez, e assim que li a tradução dela, eu fiquei completamente apaixonada por ela, a letra é simplesmente perfeita, e a introdução dela (Monologue) á torna ainda mais interessante. Eu acho que essa musica foi muito bem escolhida para marcar o retorno, sem contar que aquele refrão gruda na cabeça de um jeito que é realmente difícil esquece-lo, e que mesmo que você não goste da musica de primeira, você acaba aprendendo a gostar, principalmente depois de ler a tradução dela.
A única coisa que pra mim foi um pouco falha, foi aquele pequeno rap do Zelo, que eu acho que poderia ser melhor trabalhada, a tradução ficou ótima, mas quando ele canta, não soa tão bem, acho que poderiam ter alterado um pouco o rap (não mudado por inteiro, mas algumas mudanças cairiam bem).
A voz dos integrantes estão realmente limpas, eles devem ter treinado muito durante o tempo inativo, mesmo o HimChan conseguiu ter uma voz moderadamente boa.
Sobre o MV: Acho que é um dos melhores MV's da videografia do B.A.P, e com certeza um dos que envolveu o orçamento mais alto, ele ficou muito bem produzido e marcante, pra mim é o terceiro melhor mv deles (perdendo apenas para One Shot e No Mercy).

04- Be Happy

Be Happy é o charme desse mini-álbum, a musica é muito empolgante, desde o ótimo instrumental a ótima letra que o acompanha.
Esse é o tipo de musica que é tão divertida que você nem vê o tempo passar, e acaba pensando que ela acabou muito rápido, talvez seja porque ela deixa aquele gostinho de "quero mais" em quem a escuta, "Seja Feliz" é um ótimo tema para uma musica, ainda mais quando se trata de um retorno tão aguardado.
Obs: Essa é com certeza uma ótima faixa para ser promovida.

05- Blind

Blind é aquele tipo de musica perfeita, que descreve bem os sentimentos de um relacionamento que não deu certo, graças as mentiras de um dos lados, a letra é realmente muito boa, os raps e vocais estão impecáveis, e sempre que escuto essa musica eu tenho vontade de repetir ela umas 10 vezes. E acho que se esse mini tivesse sido promovido com mais algum MV, talvez "Blind" seria a escolha perfeita, por combinar com Young Wild & Free, e ao mesmo tempo ser muito boa.
O único problema é que o refrão soa parecido com algumas musicas mais antiguinhas deles, talvez se o refrão fosse cantado pelo YongJae, ou se ele fosse um pouco alterado não lembraria tanto, mas pra quem não é muito ligado nas musicas do ano de debut deles, provávelmente vai amar essa musica.

Comentário geral sobre o álbum:

Todas as musicas estão ótimas, foram muito bem trabalhadas e produzidas, os integrantes parecem ter trabalhado muito nelas, e eles parecem ter treinado muito, eu notei que a voz do JungUp está muito limpa, e bonita comparada as musicas anteriores, ele melhorou muito o seu vocal nesse tempo, DaeHyun continua sendo um ótimo vocalista principal a voz dele continua lida, YongJae continua ótimo, eu não notei muita diferença no HimChan, mas nos lives ele está com mais presença de palco do que antes, Zelo e Bang melhoraram muito suas habilidades no rap, e a presença de palco deles é impecável.

Nota: Bang Yong Guk, o líder, está de parabéns, ele ajudou a produzir as faixas, e elas estão ótimas!
O único problema desse álbum, talvez tenha sido a sequência das musicas, talvez teria sido mais interessante se tivessem deixado "Monologue" em primeiro seguidas de "Young, Wild & Free" e "Blind", aí depois "Take you there" ou "Be Happy", acho que combinaria mais, pelo menos para mim que acha que "Take you there" fecharia bem o mini, e deixaria com aquele gostinho de quero mais.

Nota final: 9,2 /10.

 Espero que tenham gostado desse "Review", faz um tempinho que eu não escrevia nenhum, então talvez eu tenha perdido um pouco o jeito, mas mesmo assim me esforcei para fazer o meu melhor!
Por favor deixem o comentário de vocês!
Vocês podem deixar a opinião de vocês e fazer criticas construtivas, por favor, apenas criticas construtivas, sem nenhuma ofensas nos comentários!

Muito obrigado a todos que leram! Até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

-Todo comentário será lido e respondido em até uma semana e meia.
-Comentários ofensivos serão excluídos.
Agradeço desde já seu comentário! Divirta-se no This is Korea and Japan!